O Escritório em Qualquer Lugar (The Anywhere Office)

Viagens longas, estar no escritório a horas certas e com flexibilidade limitada são coisas cada vez mais do passado. No futuro vamos assistir a um aumento da mobilidade no local de trabalho que vai criar o “escritório em qualquer lado”, um local onde os funcionários podem trabalhar a qualquer hora e a partir de qualquer lugar.

Quem vai ser o líder da mobilidade em 2013? Veja a resposta neste infográfico interactivo.

A flexibilidade e mobilidade no local de trabalho estão a tornar-se componentes atractivas nos processos de recrutamento e retenção. 66% dos profissionais de TI inquiridos afirmaram que aceitariam uma oferta de trabalho que pagasse menos para terem mais flexibilidade na utilização de dispositivos, acesso aos social media e maior mobilidade. Trabalhar a partir de casa também não incentiva a “preguiça”. 45 % dos teletrabalhadores admitem trabalhar duas e três horas extra por dia quando trabalham remotamente.

Aumento da produtividade e retenção de talentos são apenas dois dos benefícios de uma força de trabalho móvel. Sim, há mais.

Hipoteticamente, se 50 milhões de pessoas nos EUA trabalhassem a partir de casa metade do tempo, seria possível reduzir as viagens rodoviárias em cerca de 146 mil milhões de quilómetros por ano. Uma consequência de menos tempo na estrada seriam a prevenção de 77 mil acidentes e mortes no trânsito e também reduzir o consumo de petróleo em 281 milhões de barris. Para enquadrar este número, 281 milhões de barris significam 46% das importações do Golfo Pérsico.

Em 2013, os trabalhadores móveis vão representar 35% da força de trabalho global. Isto mostra-nos um novo mundo de oportunidades. Está a mudar o seu negócio para o novo “Escritório em Qualquer Lado”?

Advertisements

O trabalho é algo que se faz e não um sítio onde se vai

No vídeo abaixo, Delyth Harris, Directora Europeia de Marketing Borderless Networks da Cisco, fala sobre criar uma experiência sem fronteiras para o utilizador, onde o trabalho é algo que se faz e não um sítio onde se vai.

Delyth Harris faz um resumo dos principais resultados do nosso mais recente estudo global – The Cisco Connected World Report. O vídeo também revela estatísticas europeias interessantes sobre trabalho flexível, produtividade e políticas de TI.

A forma como os colaboradores estão a trabalhar evoluiu, e estes querem poder aceder a redes, aplicações e informação, em qualquer lado, a qualquer hora, a partir de qualquer dispositivo para poderem ligar-se e comunicar sem barreiras. Eles acreditam que este é o futuro da produtividade no local de trabalho. A tendência crescente de utilização de iPhones, iPads, etc. como dispositivos de trabalho ajudou a acelerar esta mudança. À medida que mais trabalhadores dependem de mais dispositivos para se manterem ligados, comunicar e gerir as suas vidas, as políticas de TI empresariais vão ser forçadas a ficar em destaque.

Veja o vídeo abaixo para mais informações sobre as estatísticas europeias.

Para mais informações ou para ver todos os resultados do estudo, clique no link abaixo.
http://newsroom.cisco.com/dlls/2010/ts_101910.html

Tradução do post publicado por Susie Bindman, Video on the World

Será que o escritório é mesmo necessário?

Estudo Global da Cisco revela que 60% dos colaboradores consideram que não é necessário estar no escritório para serem produtivos.

A necessidade de trabalhar em qualquer sítio, a qualquer hora é mais forte que o desejo de um salário mais elevado: três em cada cinco colaboradores esperam que as TIs permitam acesso a informação corporativa através de qualquer dispositivo – quer sejam pessoais ou da empresa.

A Cisco apresentou os resultados de um estudo internacional com enfoque em locais de trabalho que revelou que três em cada cinco trabalhadores, em todo o mundo, acreditam que não precisam de estar no local de trabalho para serem produtivos. De facto, a necessidade de estarem constantemente ligados e flexíveis no sentido de aceder a informação corporativa é tão grande que a mesma percentagem de trabalhadores escolheria uma actividade menos bem paga mas com maior flexibilidade. Estas e outras descobertas apresentam um enfoque real nas expectativas, necessidades e comportamentos da força trabalhadora que influencia a maneira como é possível aceder à informação e como a comunicação empresarial está a mudar.

Clique aqui para conhecer todos os detalhes do estudo.

Cisco Cius – o novo tablet da Cisco

A grande novidade do Cisco Live, que decorreu em Las Vegas e termina hoje, foi o Cisco Cius (deve ler-se “see us”), o primeiro tablet de colaboração empresarial.

O Cisco Cius pesa cerca de 500 g e proporciona acesso às principais aplicações empresariais e tecnologias, numa plataforma altamente segura.

Veja como pode utilizar o Cisco Cius para colaborar com colegas e manter-se ligado à sua empresa.

E veja aqui a demonstração apresentada no Cisco Live por John Chambers, CEO da Cisco e Jim Grubb.

Para mais informações sobre o Cisco Cius visite http://www.cisco.com/go/cius